Não faltam dicas de investimentos na internet, e há algum tempo, diversos estigmas sobre as facilidades e dificuldades de investir têm sido quebrados e, consequentemente, o interesse em rentabilizar o patrimônio por meio de investimentos tem aumentado exponencialmente.

A internet é incrível! Nela, você pode encontrar diversas informações que irão te ajudar a aprender muito sobre diversos temas e, claro, com os investimentos, não é diferente! 

Mas é preciso ter atenção: nem tudo o que você vê na internet é uma verdade absoluta! E tem mais, existem muitas informações discrepantes ou confusas que podem te levar ao erro na hora de investir por falta de conhecimento.

Aqui no Sofisa Direto, o nosso objetivo é que você aprenda mais sobre investimentos para investir com segurança, sabendo de fato, controlar o seu dinheiro e aí sim, obter maior e melhor rentabilidade conforme os seus objetivos e necessidades. 

Quando estamos começando a investir, é normal ter dúvidas. Afinal, é um mundo novo que está começando a fazer parte da sua vida, né? 

Como fazer um bom investimento? O que devo saber sobre investimentos? Posso investir em qualquer produto? Quais são as principais diferenças entre os tipos de investimentos?

A busca pelas respostas a estas e outras perguntas podem gerar confusão ou até mesmo fazer com que você acredite em alguns mitos e não consiga alcançar todo o seu potencial como futuro investidor.

Pensando nisso, resolvemos trazer aqui alguns dos principais mitos sobre investimentos que você precisa saber para investir com segurança e alcançar os seus objetivos. Continue acompanhando este artigo para conhecer todos eles!

1. Todo mundo pode investir em qualquer tipo de investimento

É um mito gigante! Nem todos os tipos de investimentos são adequados para todos os perfis. 

Se você está começando a investir agora, já deve saber que existem várias maneiras para dar o pontapé inicial no mundo dos investimentos. Afinal, não existe apenas um tipo de investimento e sim, vários! E cada tipo de investimento funciona de uma forma diferente, tanto na gestão do investimento, quanto a riscos, liquidez e rentabilidade.

Quer ver um exemplo básico de como investir pode ser diferente para cada tipo de pessoa? 

Responda para si mesmo as perguntas a seguir: 

  • Como você se sentiria se precisasse de dinheiro urgente devido a alguma emergência e, ao olhar para a sua aplicação, você desse de cara com a carência vigente e não fosse possível resgatar o dinheiro da aplicação?

  • Você consegue acompanhar as oscilações do mercado? Isso influencia no seu sono ou na forma como você age frente às suas finanças?

  • Você conseguiria investir sabendo que poderia perder parte dos seus investimentos devido às oscilações de mercado, mas que esse investimento pode também trazer maior rentabilidade?

E então, você é do time que fica desconfortável só de pensar em passar por uma dessas situações ou para você tá tudo bem correr um risco maior em troca de rentabilidade?

Não existe certo ou errado, existem perfis diferentes com objetivos diferentes. Cada perfil tem um tipo de investimento diferente indicado conforme o objetivo e necessidade de cada investidor. 

Conhecer o seu perfil de investidor é o primeiro passo para investir de forma assertiva em produtos que sejam mais adequados para você. 

Se você ainda não conhece o seu perfil, baixe agora o aplicativo do Sofisa Direto e faça o teste gratuito para descobrir o seu perfil de investidor (teste de suitability). É bem simples e rápido. Faremos algumas perguntas sobre os seus objetivos para entender melhor o que você já conhece de investimentos.

2. Todo investimento é seguro

Isso é um mito!

Como assim? São considerados investimentos “seguros” aqueles que possuem menor risco, como por exemplo, a Poupança, CDB, Tesouro Direto etc. Mas é extremamente importante entender que não existe investimento sem risco

Geralmente, quanto maior a rentabilidade, maior o risco do investimento. Por isso que o perfil de investidor é tão importante na hora de escolher onde e como investir o seu dinheiro.

Os principais riscos que podem estar envolvidos nos investimentos são: 

  • Risco de crédito: risco de não existir o pagamento por parte da instituição financeira;

  • Risco de mercado: o risco de perder dinheiro por conta das variações do mercado;

  • Risco de liquidez: risco de não conseguir resgatar o seu dinheiro em um momento necessário.

Alguns investimentos são assegurados pelo FGC (Fundo Garantidor de Créditos), nesses casos, existe uma garantia de até R$250 mil por CPF/CNPJ garantidos para o investidor caso a instituição financeira não consiga devolver o valor do investimento.

Mas não é em todo tipo de investimento! Tesouro Direto e Fundo de Investimentos, por exemplo, não são assegurados por ele. 

Veja também:

Como alcançar seus sonhos investindo em fundos de investimento de acordo com o seu perfil de investidor

3. Investimentos de alta liquidez possuem alta rentabilidade

Infelizmente, isso também é um mito! 

Muitas vezes, quando estamos começando a jornada no mundo dos investimentos, achamos que vamos começar a investir e que, em um curto período, vamos ganhar muito dinheiro e que teremos acesso a esse dinheiro na hora que a gente quiser...

… mas não é bem assim que as coisas funcionam. Investir nada mais é do que fazer o seu dinheiro rentabilizar estando "parado". E você precisa entender que não existe milagre. Tá bom, mas o que isso quer dizer?

Quer dizer que não podemos ter tudo ao mesmo tempo. Se você prezar por liquidez, via de regra, o seu investimento terá menor rentabilidade e vice-versa. 

Caso você não saiba ainda, liquidez é o que corresponde a facilidade e velocidade de transformar o seu ativo em dinheiro, ou seja, é a facilidade que o seu investimento tem de virar dinheiro. 

Quanto mais fácil for realizar esse processo, maior será a liquidez do seu investimento e quanto mais difícil for realizar este processo, menor será a liquidez.

Cada tipo de investimento possui um período próprio de liquidez. Temos produtos de liquidez diária (que podem ser resgatados a qualquer momento), produtos negociados por dias úteis e produtos que só podem ser resgatados em uma data específica.

Os produtos que são vendidos mais rapidamente possuem menor rentabilidade. É uma regra básica que geralmente acontece no mundo comercial: quanto mais rápido você precisa vender uma coisa, mais o preço precisa se destacar da concorrência, logo, os preços são menores. 

4. Precisa de muito dinheiro para começar a investir

Pode parecer mentira, mas muitas pessoas ainda acreditam que investir é apenas para pessoas que possuem alto poder aquisitivo, mas isso não é verdade. 

No Tesouro Direto, por exemplo, existem investimentos a partir de R$ 30,00! CDB, LCI/LCA também podem possuir valores mais baixos para quem está começando (depende da instituição que você irá investir). 

É claro que, quanto maior for o montante que você irá investir, maior será o seu retorno já que o rendimento é sempre uma porcentagem do valor investido. Ter pouco dinheiro para começar não deve ser um impeditivo para começar, pois o  grande segredo por trás dos investimentos é investir com consistência. 

5. O dinheiro fica preso no investimento e não posso acessá-lo

Sim, isso é um mito! Como já mencionamos, cada tipo de investimento tem um período diferente de liquidez, isso significa que se você estiver começando a investir para montar a sua reserva de emergência, por exemplo, pode investir em ativos de liquidez diária.

O Sofisa Direto inclusive oferece ativos com liquidez em D0, o que significa que o ativo se transforma em dinheiro no mesmo dia da venda e logo, você terá acesso quando precisar. 

Existem, sim, investimentos que você não poderá ter acesso por um período, mas isso tem a ver com o seu objetivo para este investimento e isso não necessariamente é uma desvantagem, visto que os juros compostos são grandes aliados em investimentos de médio e longo prazo, fazendo com que você tenha maior rentabilidade por deixar o seu dinheiro investido por mais tempo.

6. Investir em imóveis é sempre um bom negócio

Acredite você ou não, isso também é um mito!

Esse mito é, inclusive, uma característica da cultura brasileira que está intrínseco quando falamos em investimentos. Muitos acreditam que investir em imóveis é uma chance certeira de apenas ganhar dinheiro, mas não é bem assim. Lembra que, nesse texto, falamos que não existe investimento sem risco? Então, com imóveis isso não é diferente. 

Se você investir no imóvel físico, existem diversos custos envolvidos na reforma, manutenção, valorização e desvalorização do imóvel. Além do mais, vender um imóvel pode não ser tão rápido quanto parece. 

Uma opção é investir em Fundo Imobiliários. Eles são mais acessíveis, você pode investir em diversos fundos e diminuir os riscos relacionados à desvalorização do imóvel, mas como já falamos: aqui, também existem riscos. 

E aí, em quantos desses mitos você já acreditou em algum momento da sua vida?

Investir não é difícil e nem complicado. No próprio aplicativo do Sofisa Direto, por exemplo, o nosso Robô de Investimentos te ajuda a entender as melhores opções de investimentos para você de acordo com o seu perfil de investidor. É só baixar o aplicativo e começar!

Ah, e se você ainda tem alguma dúvida se deve ou não tirar o seu dinheiro da Poupança e investir em outras opções tão seguras quanto, aproveite para conferir esse post que colocamos recentemente aqui no blog: 4 tipos de investimentos que podem render mais que a Poupança.

E se você ficou com alguma dúvida, pode mandar para a gente nos comentários, nós vamos te ajudar!

4 tipos de investimentos que podem  render mais que a Poupança

Comentários

Assine nossa newsletter