Você consegue ter um controle das suas despesas mensais com os produtos domésticos? Quando falamos de organização financeira, o primeiro passo para economizar é controlar as despesas dentro da própria casa. É hora de reorganizar os seus gastos mensais para poupar o máximo!

Existem itens que podem ser cortados, como aquele serviço de streaming, mas tem outros gastos que são essenciais, como os produtos domésticos. Independentemente do número de integrantes da sua família, com certeza, as compras no mercado devem tomar grande parcela do seu salário. 

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 72,2% das despesas mensais da família brasileira são com alimentação, habitação e transporte.

O estudo também mostra que no Brasil a despesa média por pessoa, mensalmente, é de cerca de R$ 209,12. Caso você tenha uma família grande, já deve ter começado a fazer as contas e percebido que, mesmo comprando menos, você tem gastado mais.

Se você passa no caixa do supermercado e se assusta sempre com o valor final, este post é para você! Confira, a seguir, 6 dicas de como economizar mais na hora de comprar os produtos de casa!

1. Ir às compras sem uma lista? Nunca mais!

Uma boa organização é o segredo para quase tudo! E quando se trata de economia doméstica, isso não é diferente. Elaborar uma lista de todos os itens necessários, com certeza, fará você evitar gastos supérfluos e focar nos itens que realmente importam. 

Imagine a seguinte situação: você está no supermercado, vê alguns produtos de limpeza, mas não se lembra se precisa comprá-los ou não. Por via das dúvidas, você compra para não ficar sem, mas quando chega em casa, abre o armário e se depara com dois daqueles itens guardados. 

Essa situação que, aparentemente, é fictícia, é mais real do que você pode imaginar. Centenas de brasileiros, todos os dias, fazem isso ao ir às compras sem uma lista, adquirindo itens sem necessidade, o que, além de um gasto extra, também gera desperdício. 

2. É hora de organizar a sua despensa!

Antes de fazer uma lista, é importante ter em mente que todo mês você precisa reorganizar a despensa. É nesse processo que você percebe tudo o que realmente precisa comprar. 

Essa também é outra forma de evitar gastos supérfluos, afinal, muitas vezes, você encontra produtos de limpeza para casa que estão guardados há muito tempo e você nem lembrava.

Além de ter um controle de tudo que precisa repor, organizando a sua despensa, você descobre quais produtos já perderam a validade e precisam ser jogados fora e quais produtos ficaram guardados porque não agradaram a família e precisam ser alterados na sua listinha.

Veja também:

Como alcançar seus sonhos investindo em fundos de investimento de acordo com o seu perfil de investidor

3. Vai às compras? Cuidado com o limite do cartão!

Você que acompanha o nosso blog, já deve ter lido por aqui alguns alertas a respeito do cartão de crédito. Usado de forma inadequada, o cartão pode atrapalhar a sua organização financeira

E já que o assunto é ir às compras, o segredo para não cair nas armadilhas é usar o cartão de crédito com responsabilidade e tomar muito cuidado com os parcelamentos, independente do tipo de produto que você deseja compar.

Hoje em dia, alguns supermercados oferecem até o parcelamento dos alimentos, mas mesmo sendo alimento, é preciso se atentar! Se no mês que você parcelou teve a impressão de que seu dinheiro rendeu mais, saiba que no próximo mês você também terá uma dívida a mais.

Por isso, o indicado é separar um valor e pagar à vista as suas compras para casa ou usar o cartão tendo a ciência de que no próximo mês, este gasto já estará incluso no orçamento.

4. Fique atento às promoções!

Você já ouviu falar da quarta-feira do hortifrúti ou percebeu que toda sexta-feira há um desconto maior nos peixes? Os grandes supermercados costumam ter dias para descontos em setores específicos. 

Vale a pena ficar atento e garantir ótimos produtos de casa com um bom custo benefício. Basta descobrir os dias em que ocorrem essas promoções e ir às compras para garantir o menor preço.

E já que estamos falando em preço baixo, as promoções relâmpagos são grandes aliadas de quem não abre mão de algumas marcas. É nessa hora que você consegue comprá-las por um preço melhor. Nesse ponto, o segredo é pesquisar bastante.

5. Estipule um valor fixo a ser gasto.

Pensar em um valor fixo para as compras de casa pode parecer uma tarefa difícil, afinal, são gastos variáveis e o preço dos itens aumentam todos os meses. No entanto, ao colocar um valor fixo, você passa a ter um controle de quanto gasta, em média, por mês e, impor este limite nas suas compras pode te ajudar a evitar aquisições desnecessárias.

Se o seu valor máximo é mil, anote isso. Faça sua lista de compras e faça o possível para ficar dentro desse valor. Se necessário, troque algumas marcas ou pesquise mais a fundo. O importante é que você tenha esse controle de gasto máximo mensal com as despesas de casa.

6. Agende no seu calendário um dia para ir às compras. 

Quando você tiver em mente um valor fixo e a sua lista de compras em mãos, separe um dia para ir às compras. A dica de ouro é: escolha um dia que você tenha muito tempo. E caso você tenha filhos, não os leve às compras.

Estar estressado, com dor de cabeça, sem tempo ou até com fome, pode fazer com que você tome decisões por impulso ou não pesquise com calma os preços e produtos. Nesse ponto, levar os filhos também pode colaborar para aqueles gastos a mais no orçamento. Afinal, é quase irresistível dizer sim quando eles pedem algo, mesmo que seja desnecessário.

Uma outra dica é usar aplicativos de compra como o Shopper, com esse tipo de aplicativo, você não precisa se preocupar em "fugir" das prateleiras de guloseimas para não passar vontade, consegue garantir aquilo que é necessário do conforto do seu lar e ainda não precisa se preocupar com o transporte até o supermercado.

Ao colocar essas dicas em prática, com certeza, você conseguirá se organizar e, consequentemente, economizar mais nos gastos mensais para casa. Mas como citado no início deste post, para uma organização financeira, diversos fatores precisam ser revisados. 

Se você tem filho ou ajuda na criação dos sobrinhos, um dos itens que mais pode pesar no seu orçamento são os materiais escolares. Saiba como economizar na hora de ir às compras no nosso último post e descubra qual a  melhor época para comprar materiais escolares.

Entenda qual a melhor época para  comprar materiais escolares

Comentários

Assine nossa newsletter