Você já ouviu falar em taxa de performance nos fundos de investimentos?

Diferentemente de outras aplicações, o fundo de investimentos possui algumas taxas próprias e características que são exclusivas dessa modalidade de investimento: ele possui uma gestão especializada, consequentemente, esse tipo de peculiaridade gera a taxa de administração e a taxa de performance.

E o que é a taxa de performance em um fundo? Qual é a diferença entre a taxa de performance e a taxa de administração? Como funcionam essas taxas dentro dos investimentos? É para todo o tipo de investimento dentro do fundo? São taxas aplicadas na rentabilidade do investimento ou no valor aplicado? De quanto em quanto tempo? Como são cobradas? 

São muitas as perguntas que surgem, pensando nisso, colocamos, aqui neste artigo, as principais perguntas e respostas sobre esse tema. Vamos lá?

Qual é a diferença entre a taxa de performance e a taxa de administração?

Taxa de administração

É a forma como você paga o bom funcionamento do fundo. O fundo funciona através de uma uma equipe composta pelo gestor e seus analistas, administrador, custodiante e distribuidor. De acordo com o fundo, pode ser que tenhamos mais pessoas atuando nele. 

Trata-se de uma taxa incidida sobre o valor total investido (capital + rendimentos), geralmente, ela vai de 0,5% a 4% ao ano e é cobrada proporcionalmente ao valor investido e aos rendimentos. 

Taxa de performance

Também conhecida como taxa de sucesso e success fee, a taxa de performance funciona com um tipo de bonificação. Diferentemente da taxa de administração, a taxa de performance incide apenas sobre o valor da rentabilidade excedente do benchmark do investimento e não é cobrada em todos os fundos.

Como funciona a taxa de performance?

Aplicada somente nos períodos de rendimento excedente, ela é opcional, uma vez que o fundo pode ou não optar por essa cobrança, e condicional, pois ela só será cobrada se a rentabilidade do fundo superar o indicador estabelecido. 

Legalmente, não existe um valor fixo para a taxa de performance, mas, habitualmente, no Brasil, ela fica em torno de 20%. 

Importante: antes de escolher um fundo de investimentos, leia atentamente o regulamento dele e entenda se existe taxa de performance e qual o valor cobrado. Verifique, também, o índice de referência daquele fundo, geralmente, são usados: Ibovespa ou ibrx para os fundos de ações, dólar para os fundos cambiais e o CDI para os demais fundos. 

Leia também:

Todos os fundos de investimentos são passíveis da taxa de performance?

Não. A taxa de performance só pode ser cobrada pelos fundos que possuem gestão ativa. O que isso significa? Que o time de gestão atua diretamente para gerir e render o patrimônio. Nesse cenário, estamos falando de: fundo de ações, fundos multimercados, fundos cambiais. 

Via de regra, os fundos de renda fixa, geralmente, não possuem esse tipo de gestão ativa, logo, não cobram a taxa de administração. Mas isso não é uma verdade absoluta.

Existem alguns fundos de baixa volatilidade em que, sim, existe a taxa de performance e ela deve superar o CDI ou outro índice da mesma categoria.

O que é a linha d'água?

Linha d'água é a metodologia utilizada pelo gestor do fundo para cobrar a taxa de performance. Ela está diretamente relacionada à taxa de performance e é uma forma de representar a cota base de um determinado fundo.

A cota base de um fundo é a representação da linha d'água para calcular a taxa de performance. Isso porque a performance é o valor da diferença entre o valor da cota do fundo e a cota base. 

O valor da cota base e do indicador utilizado para definir o percentual da taxa de administração está devidamente discriminado no regulamento do fundo, logo, preste muita atenção nessas informações, pois isso o ajudará a não cair em golpes ou armadilhas. 

Vamos ver um exemplo prático?

Suponhamos que estamos falando do fundo de ações chamado SD. Esse fundo utiliza o Ibovespa para o benchmark (índice base), valor da cota a R$ 100 e com uma taxa de performance a 20% do rendimento extra. 

No primeiro semestre do ano, o desempenho do fundo foi de 15%, enquanto o Ibovespa foi de 10%. Para fazer o cálculo, temos:

  • A cota base a R$ 100,00.
  • A cota base ajustada com a performance do fundo: R$ 115,00. 
  • A cota ajustada pela performance Ibovespa R$ 110,00.

Nesse caso, a performance do fundo superou a performance do índice de referência em R$ 5,00. Se esse caso fosse verdadeiro, haveria taxa de administração apenas sobre o valor excedente (R$ 5,00), e o valor da linha d'água para a cobrança da taxa de performance seria de R$ 115,00. Isso significaria que, ao final da apuração dos rendimentos, se o fundo não superasse os R$ 115,00, não haveria taxa de performance. 

Quais são os prós e contras da taxa de performance?

A taxa de performance é muito discutida entre os investidores; existem aqueles que concordam e aqueles que não concordam. 

Por aqui, o que podemos afirmar para você é que, independentemente do tipo de fundo que você escolher, no Sofisa Direto, todos os nossos gestores estarão atrás do melhor retorno para o seu investimento. 

Todo tipo de investimento possui riscos, e no caso dos fundos de investimento, não é diferente. A questão é que, para obter maiores lucros, é preciso utilizar estratégias de maior risco, como todo e qualquer investimento.

Ao escolher o fundo, você deve olhar atentamente o regulamento para entender a estratégia utilizada pelo gestor, os rendimentos dos últimos 12 meses (no mínimo), pesquisar sobre o gestor e entender, de fato, se esse fundo está adequado ao seu perfil de investidor (e aos seus objetivos).

Vale mencionar que o aplicativo do Sofisa Direto oferece uma visão facilitada de todas essas informações em cada fundo! Mas mesmo realizando todas estas análises, tenha em mente que a rentabilidade passada não é sinônimo de rentabilidade futura. Ok?

Uma curiosidade que muitas pessoas não sabem sobre o histórico do fundo de investimentos é que, aqui no Brasil, os fundos, obrigatoriamente, devem divulgar os seus resultados já descontando a taxa de administração.

Isso significa que, quando você analisar o histórico de um fundo e ver que ele rendeu 30% em x ano, ele realmente rendeu isso em valores líquidos, significa que neste valor, já estão incluídas as taxas de administração e de performance. Para saber o valor total do resultado, você só precisa descontar o IR (imposto de renda).

São muitas informações, né? A gente sabe! Mas estamos aqui para te ajudar, então, se você tiver qualquer dúvida, pode mandar nos comentários. Combinado?

Ah, e tem mais, se depois de tudo isso você estiver se perguntando se vale a pena investir em fundo de investimentos, aproveite para visitar um artigo que falamos exatamente sobre isso: Fundo de investimento: vale a pena? É seguro? Confira!

Como alcançar seus sonhos investindo em fundos de investimento de acordo com o seu perfil de investidor

COMENTÁRIOS

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Você pode cancelar o recebimento a qualquer momento, clicando apenas no link "cancelar inscrição" nesses e-mails ou entrando em contato conosco. Clique aqui para acessar nossa política de privacidade.