O que são produtos financeiros? Parece que um banco ou uma instituição financeira está tentando te vender serviços financeiros, tipo cartão de crédito, né? A gente sabe! Mas não é por este lado que queremos ir…

Hoje, queremos falar com você que está começando a investir agora ou que está em busca de estruturar uma reserva, mas que ainda tem receio de tirar o dinheiro da Poupança

A gente sabe que, aparentemente, a Poupança pode parecer a opção ideal. Afinal, ela pode ser vinculada diretamente a sua conta-corrente, possui baixo risco, é isenta do Imposto de Renda (IR), não tem valor mínimo para começar a investir e ainda é protegida pelo FGC (Fundo Garantidor de Créditos). 

Seria realmente incrível ter tudo isso de vantagens, a não ser por um pequeno detalhe: a baixa rentabilidade. E o que é o mercado financeiro sem rentabilidade? 

Nos últimos anos, a Poupança ficou entre 5% a 8% ao ano (em torno de 0,6% ao mês). Pois é, há quem diga que deixar dinheiro na Poupança é, literalmente, perder dinheiro. Tá errado? Não necessariamente, o rendimento da Poupança muitas vezes não acompanha a inflação, podendo ficar abaixo, e por isso o seu dinheiro acaba por valer menos, reduzindo o poder de compra ao invés de aumentar.

Mas, então, se a Poupança não é o melhor investimento, existe algum outro que seja diferente e com mais benefícios? Sim, existe! E não apenas um, mas alguns. Vamos conhecer melhor cada um deles?

CDB (Certificado de Depósito Bancário)

Investimentos em Renda Fixa (como o CDB) são tão seguros quanto a Poupança, também são assegurados pelo FGC e possuem maior rentabilidade do que a Poupança. 

O CDB é uma das formas que instituições financeiras utilizam para captar recursos do mercado, funciona como um empréstimo que investidores fazem para essas instituições em troca de receber o valor de volta com juros. 

Assumimos mercadologicamente que o CDB é um investimento de baixo risco, visto que a única forma de você não receber o seu dinheiro de volta é em caso de falência da instituição para a qual você emprestou o dinheiro. Todavia, caso isso aconteça, é válido lembrar que você possui a segurança do FGC (para investimentos de até R$ 250 mil por CPF/CNPJ). 

Se você é mais conservador, pode optar pelo CDB Prefixado, onde, no momento de investir, você já saberá quanto irá receber, mantendo o investimento até a data do vencimento, este valor é fixo e independe das oscilações do mercado. 

Também existe o CDB Pós-fixado e, neste caso, você terá conhecimento do indexador atrelado (como o CDI ou IPCA), mas não terá conhecimento de quanto irá receber como acontece no prefixado. 

As principais diferenças entre o CDB e a Poupança estão no valor mínimo de investimento, enquanto a Poupança não possui valor mínimo, o CDB possui! Nesse caso, é válido consultar o seu banco de investimento e entender qual é o valor mínimo requerido para o investimento. 

Um outro ponto importante é que se você investir no CDB, é preferível que você fique por pelo menos 30 dias sem mexer neste valor, para que não haja o desconto do IOF sobre os ganhos da sua operação, lembrando que o IOF é cobrado somente sobre a rentabilidade do investimento e não sobre o valor total. Além do IOF, também existe a incidência do Imposto de Renda sobre os rendimentos do seu CDB, esse imposto é recolhido na fonte de forma regressiva e apenas sobre o valor ganho na operação. 

Como alcançar seus sonhos investindo em fundos de investimento de acordo com o seu perfil de investidor

LCI/LCA

As Letras de Crédito Imobiliário (LCI) e Letras de Crédito Agronegócio (LCA) também são excelentes opções para você que quer ver o seu dinheiro render, principalmente se ele estiver parado na poupança. 

Esse tipo de investimento também é assegurado pelo FGC e não sofrem incidência do IR! Por quê? Porque as Letras ajudam a movimentar a economia do nosso país, então enquanto você protege e aumenta o seu patrimônio, você ainda ajuda a girar a economia e todo mundo ganha! 

As LCIs e LCAs também podem ser prefixadas ou pós-fixadas e são consideradas de liquidez média quando comparamos a outros investimentos em renda fixa, uma vez que a dificuldade de transformar os papéis em dinheiro é um pouco maior e não é possível realizar o saque a qualquer momento. 

Ao investir em LCIs e LCAs, é importante se atentar ao prazo de carência e vencimento do investimento, pois elas obedecem a um período mínimo de investimento (conforme a regulação do Conselho Nacional Monetário Nacional - CMN). 

Outro ponto que você precisa prestar atenção é o tempo para resgate. As LCIs e LCAs podem possuir liquidez diária ou podem ser resgatadas apenas no vencimento do papel. 

Os riscos de investir em Letras são bem parecidos com o CDB e a Poupança e está relacionada à instituição que emitiu o papel, caso essa instituição tenha algum problema com a liquidez, isso também pode impactar no seu investimento. 

Tesouro Direto 

Falando em emprestar dinheiro, já imaginou emprestar dinheiro para o Governo Federal? 

Sim, isso é possível e esse tipo de investimento chama-se Tesouro Direto e, por incrível que pareça, é um dos tipos de investimentos mais seguros e rentáveis que temos atualmente. 

Ao investir no Tesouro, você compra títulos emitidos pelo Governo Federal. Esses títulos vão diretamente para o caixa do Governo Federal, onde é depositada toda a receita obtida pelo Estado com a cobrança de taxas, impostos, empréstimos, etc.

Com a emissão desses títulos, quem fica te 'devendo' dinheiro, é o Governo (quem diria, hein?). 

Brincadeiras à parte, embora o Tesouro não conte com a proteção do FGC, a única forma de você não receber o seu investimento de volta é se o país inteiro quebrar! Esse é um cenário bem improvável e previsível (caso venha a acontecer). 

Se você curtiu conhecer o Tesouro, vai gostar ainda mais de saber que é possível começar o seu investimento a partir de R$ 30,00 ou seja, tão acessível quanto a Poupança.

E aí, conseguiu se convencer de que a Poupança não é o único investimento de baixo risco e fácil acesso que você pode fazer?

A gente sabe que explorar outras opções pode trazer um pouco de dúvida, por isso, aqui no Sofisa Direto, sempre fazemos questão de explicar o máximo possível sobre os investimentos para você. Queremos que você sinta segurança ao investir com a gente, sem letras miúdas. 

E tem mais, ao abrir a sua conta no Sofisa Direto, você pode fazer o teste e descobrir qual é o seu perfil de investidor, isso irá te ajudar a conhecer as melhores opções de investimentos de acordo com as suas necessidades! 

Inclusive, recentemente identificamos os principais erros cometidos por novos investidores e colocamos tudo isso em um post aqui do blog. Se você quiser aprender mais para não cometê-los, é só clicar aqui: Investimento errado: as 6 situações onde isso pode acontecer

Investimento errado: as 6 situações  onde isso pode acontecer

COMENTÁRIOS

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Você pode cancelar o recebimento a qualquer momento, clicando apenas no link "cancelar inscrição" nesses e-mails ou entrando em contato conosco. Clique aqui para acessar nossa política de privacidade.