Uma viagem para Disney em família é um sonho para a maioria dos brasileiros. Tanto é verdade que este é um dos públicos mais focados pelas agências de viagens nacionais e mesmo internacionais. Ainda que uma pessoa sozinha possa entrar nessa aventura, ela é mais comum entre famílias com crianças e adolescentes.

Muita gente tem diversas dúvidas a respeito de passeios desse tipo. Uma das indagações frequentes é sobre o custo. Será que é caro demais levar a família para conhecer o sonho criado por Walt Disney e passear por uma das principais atrações turísticas do mundo?

Se você está pensando em conhecer os parques da Disney e proporcionar essa experiência incrível à sua família, chegou ao artigo certo. Aqui, vamos refletir um pouco sobre quais são as providências e investimentos necessários.

Nos tópicos a seguir, vamos detalhar os gastos que devem ser previstos antes mesmo de começar o planejamento da viagem.

É importante ter em mente que as informações aqui contidas são fruto de uma pesquisa realizada em diversas fontes (todas citadas no texto), que podem sofrer alterações conforme a variação do dólar, as promoções das agências de turismo, entre outros fatores.

Continue lendo para entender melhor!

Principais custos para fazer uma viagem para Disney em família

Vamos começar definindo quais são os gastos fundamentais que devem ser levados em conta por quem quer planejar a realização desse sonho.

Abaixo, uma síntese dos custos básicos, que vão desde as passagens aéreas até a alimentação, passando pelas diárias dos hotéis e, claro, as entradas para os diversos parques temáticos.

Passagens aéreas

Em geral, um passeio para a Disney em família costuma ser feito por meio de uma agência de viagem, que consegue valores promocionais em função do pacote. Mas, neste post, vamos considerar o preço das passagens cotadas diretamente com as principais operadoras aéreas que fazem o trajeto Brasil/Orlando/Brasil.

Consultamos o Google Flights, com saída de São Paulo no dia 16 de janeiro de 2022, e o menor valor foi apresentado pela Delta (para uma pessoa): R$ 2.139 (ida e volta).

Entradas individuais nos parques da Disney

Chegando em Orlando, os diversos parques do complexo Disney têm valores diferentes de ingressos. Confira a seguir os preços consultados em março de 2020, no site oficial da atração.

Para visitar todos os 4 parques da Disney (um por dia), um adulto precisa de aproximadamente USD 498. Pela cotação de março de 2021, esse valor ficaria em R$ 2.799,00, aproximadamente. Crianças de até 9 anos, por terem ingressos mais baratos, gastariam USD 479 no mesmo pacote, algo em torno de R$ 2.692,00.

Diárias individuais dos hotéis

Quando falamos em estadia em Orlando, podemos verificar os valores dos resorts da Disney ou de hotéis externos, que também devem ser reservados com antecedência, sobretudo na temporada do verão americano.

Aqui está a média para as duas opções (menor valor encontrado no dia 11/03/2021):

  • Diária para 4 pessoas no Disney's All-Star Movies Resort: a partir de USD 140,74 (aproximadamente R$ 790,95).
  • Menor valor diário médio de um hotel confortável (como o Meliá) na cidade de Orlando: R$ 519 a noite (o quarto para 2 adultos).

Aluguel de um carro para se locomover em Orlando

Para retirar um carro popular no Aeroporto Internacional de Orlando no dia 16 de janeiro de 2022 e devolvê-lo no dia 20 de janeiro de 2022, às 10 horas, o menor valor fica em R$ 754,81, sem IOF - de acordo com o que consultamos na RentCars.com (em 11/03/2021).

Como a concorrência nos aeroportos dos Estados Unidos é grande com relação à locação de carros, é interessante consultar também outras fontes. O indicado, no entanto, é fazer a reserva ainda no Brasil.

Uma outra opção que pode ajudar a economizar é utilizar serviços de locomoção como o Uber, que é amplamente disponível em Orlando, mas que pode custar mais caro do que o aluguel de um automóvel.

Alimentação

Diariamente, uma pessoa deve gastar por volta de R$ 350 para se alimentar em Orlando. Isso considerando, é claro, a alimentação básica, sem muitas extravagâncias em restaurantes de fast food - que as crianças adoram e vários adultos também!

Segundo o site Numbeo, esse é o preço de vários itens alimentícios em Orlando:

  • refeição em um restaurante barato: US$ 15,00;
  • número no McDonald's: $ 8,00;
  • cerveja americana de 500ml: US$ 4,50;
  • garrafa de 1,5l de água: US$ 1,95;
  • 1kg de maçãs: US$ 3,52;
  • 1kg de peito de frango: US$ 9,03.

Compras e presentes

Um dos grandes atrativos de quem vai para Orlando é a possibilidade de comprar nos outlets de grandes marcas presentes na cidade e trazer alguns presentes para a família das lojas estadunidenses.

Uma boa dica para quem pretende visitar os shoppings locais é procurar pelos livretos com cupons de descontos oferecidos para turistas.

Cada shopping oferece um tipo diferente de desconto com suas próprias regras para ter acesso aos benefícios. Portanto, pesquise bastante para saber como pagar menos por lá!

Além disso, aproveite os outlets de várias marcas que existem na cidade. O Premium Outlet é uma das grandes atrações da cidade, com duas unidades: uma na International Drive e outra na Vineland.

As compras lá podem sair mais baratas do que pela internet ou em outras lojas espalhadas pela cidade, inclusive merchandising da Disney, já que um outlet da empresa está presente em um dos Premium Outlet.

Outros gastos

Existem alguns pequenos custos que podem corroer o seu dinheiro em Orlando. Portanto, lembre-se de contar com eles no seu planejamento para que seus dólares não desapareçam da carteira. Confira quais são:

  • gorjetas: é costume nos EUA deixar uma gorjeta para os prestadores de serviço (carregadores no hotel, garçons e garçonetes). Nos restaurantes, esse costume é ainda mais forte, já que essas gorjetas fazem parte do salário desses funcionários. O costume é deixar 18% de gorjeta, mas esse valor não vem incluso na conta. Já para camareiras, taxistas, carregadores e outros prestadores de serviço, o costume é deixar uma gorjeta entre US$ 2 e US$ 3;
  • pedágios: existem muitos em Orlando, mas eles são baratos. O valor é sempre múltiplo de US$ 0,25, então você pagará algo como US$ 0,50, US$ 0,75, US$ 1 ou US$ 1,50 nesses pedágios. O mais fácil é reservar as moedas para isso;
  • gasolina: dependendo de quanto você andar com o carro alugado, precisará abastecer o veículo com gasolina. O "padrão" é separar cerca de US$ 50 por semana, dependendo do tipo de carro ou frequência de uso.

Nova call to action

Gasto mínimo para quatro pessoas de férias na Disney

Com base no que listamos acima, que são elementos bem básicos, podemos ter mais ou menos uma ideia do quanto uma família composta por quatro pessoas vai gastar, atualmente, para curtir o passeio à Disney.

É preciso pontuar que os valores apresentados neste post não se referem a uma viagem de luxo. Estamos tratando aqui de um passeio econômico, feito em família, cujo principal objetivo é colocar em prática o sonho de ir à Disney.

Assim, podemos afirmar que uma família composta por quatro pessoas vai gastar mais ou menos R$ 24.828 — juntando os valores de passagens aéreas, alimentação, ingressos e estadia em um hotel confortável, fora do complexo Disney, por quatro dias. Se acrescentamos a compras, gorjetas, pedágios e um pouco mais de conforto, podemos arredondar para R$ 30.000. 

Isso resulta em um gasto de cerca de R$ 7.500 por pessoa, o que pode variar dependendo da faixa etária dos filhos.

Crianças com menos de 3 anos, por exemplo, têm um valor reduzido de passagens aéreas, pagam menos no hotel e também nas atrações dos parques da Disney. É importante levar essa informação em conta na hora de realizar o cálculo.

Como planejar financeiramente a sua viagem para a Disney

Como o valor do sonho da Disney não é pequeno, é importante que haja um planejamento financeiro prévio. Normalmente, as pessoas fazem a estimativa e começam a seguir um plano de economia, porque pode sair caro fazer uma viagem com a família para a Disney. As férias com dois filhos podem custar R$ 25 mil, por exemplo.

Por isso, é necessário ter um plano de economia em mãos para juntar esse montante e poder curtir com a família sem complicações. Quer saber como montar um? Confira a seguir!

Quanto antes, melhor

É uma questão lógica: quanto antes você começar a planejar sua viagem para a Disney, mais fácil será juntar o dinheiro necessário. É matemática: economizar R$ 25 mil em 12 meses é mais difícil do que juntar o mesmo valor em 48.

O ideal é analisar sua situação financeira e ter uma perspectiva realista de quanto tempo você precisa para juntar todo o dinheiro. Se conseguir em um ano, ótimo; se não, planeje para o ano seguinte ou o próximo.

Cortar nos gastos supérfluos

Existem muitos gastos mensais que podem ser cortados no seu orçamento sem perder conforto na sua vida diária. Quer um exemplo? Duas entradas no cinema (R$ 26 cada) mais um balde de pipoca com refrigerantes (R$ 45) custam R$ 97.

Isso significa que uma ida ao cinema por semana pode custar quase R$ 400 no final do mês. Em compensação, um serviço de streaming com centenas de filmes no catálogo tem a mensalidade de R$ 30, aproximadamente. Comprando pipoca e refrigerante no supermercado, você pode ter uma economia de R$ 300 com uma simples mudança.

Assim como o cinema, outros itens como restaurantes, manutenção do carro e roupas novas todos os meses podem estar no seu orçamento, consumindo recursos valiosos para a sua viagem.

Faça uma análise nos seus gastos mensais e veja quanto poderá guardar todos os meses com algumas mudanças simples.

Inclua toda a família e incentive a economia

Se a viagem for feita em família, então a economia também deve ser conjunta. A lógica é simples: se todos estiverem envolvidos, será mais fácil cumprir as metas mensais, com menos chances de “recaída”, já que um pode ajudar o outro.

Além disso, essa é uma ótima oportunidade de ensinar alguns conceitos de economia para os filhos. Afinal, se eles economizarem, poderão viajar até a Disney e aprender o que é necessário fazer para atingir seus objetivos e sonhos.

Nova call to action

COMENTÁRIOS

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Você pode cancelar o recebimento a qualquer momento, clicando apenas no link "cancelar inscrição" nesses e-mails ou entrando em contato conosco. Clique aqui para acessar nossa política de privacidade.