Fazer uma viagem em família é uma das coisas mais gostosas da vida, não é mesmo? Porém, talvez você esteja adiando esse plano por pensar que um momento de lazer vai trazer muitos gastos e até mesmo dívidas.

Mas você não precisa se privar de ocasiões inesquecíveis por puro medo. Hoje, com planejamento e criatividade, é possível realizar uma viagem incrível e econômica ao mesmo tempo. Se você ainda duvida, confira as dicas abaixo. Preparado?

1. Pesquise antes de comprar as passagens

Caso o destino seja um pouco mais distante, pesquise bastante antes de comprar as passagens aéreas da família. Utilize as simulações nos sites das empresas aéreas, considere datas diferentes e analise qual é o preço mais acessível.

De preferência, faça isso com bastante antecedência. No caso de passagens para o exterior, é bom se planejar e comprar por volta de seis meses antes. Mas se o destino for nacional, então você pode se organizar com cerca de três meses de margem.

Outra dica interessante é seguir blogs sobre o tema, que sempre trazem destinos excelentes com promoções de passagens, por exemplo. Além disso, você ainda pode cadastrar seu e-mail em sites que realizam promoções-relâmpago. Fique de olho em tudo para fazer a compra mais vantajosa!

2. Escolha um destino em conta para a viagem em família

A pesquisa não vale só para as passagens. Escolher o melhor destino também é importante! Para economizar na viagem, afinal, a coisa mais inteligente a fazer é fugir de lugares muito caros, concorda? O mundo está lotado de opções mais baratas e muito interessantes, como é o caso dos países da América Latina e do Sudeste Asiático.

A mídia tende a influenciar as pessoas a viajarem somente para os lugares mais famosos, porém existem locais pouco explorados turisticamente que nos reservam surpresas agradáveis. Muitas pessoas, inclusive, se apaixonam pela riqueza histórica e pela beleza de destinos pouco visitados.

3. Fuja das altas temporadas

Independentemente do destino, outra grande sacada é fugir das altas temporadas, em que a viagem sempre é mais cara. Se você puder escolher a época do ano para tirar as suas férias, tente encontrar opções de viagem nos meses de março, abril, maio, setembro, outubro ou novembro, por exemplo. São períodos de baixa temporada que trazem preços bem vantajosos.

Mas, com filhos, sabemos que é um pouco complicado encontrar uma data em que todos estejam liberados para viajar em família. Afinal, as férias escolares caem justamente nas altas temporadas! Então, a dica é deixar  o passeio para depois da primeira quinzena de janeiro, já que os preços de passagens e hospedagens começam a cair.

4. Faça uma planilha de gastos da viagem

Uma prática que ajuda bastante a economizar na viagem é se organizar financeiramente por meio de uma planilha de gastos. Inclusive, ela deve ser usada antes, durante e após a viagem, para que você consiga controlar tudo e não ter surpresas desagradáveis depois que passar o momento especial com a família.

Se possível, faça um levantamento dos valores de programas de lazer, refeições e transporte do destino que vocês escolheram. Com esses custos na planilha, você tem uma visão melhor do quanto gastará na viagem e, é claro, do quanto precisará economizar, antes e durante o passeio.

5. Conheça opções de economia compartilhada

Já pensou em alugar uma casa e dividi-la com outra família? Se você está planejando uma viagem em que ficará no mesmo local por vários dias, essa pode ser uma alternativa econômica e divertida.

Além de sair mais barato que uma hospedagem convencional — já que o valor é dividido com outras pessoas —, vocês fogem de taxas diárias de hotéis e aproveitam melhor o lugar, com mais privacidade e conforto. Além disso, ao dividir as despesas com outra família, vocês ainda têm a oportunidade de fazer amizades e tornar a experiência bem mais animada do que se viajassem sozinhos.

6. Faça o planejamento sem contratar uma agência especializada

A ideia da economia compartilhada acaba abrindo espaço para outra questão, que é a da contratação ou não de uma agência especializada em viagens. Muitas pessoas confiam mais em pacotes turísticos, já que dão menos trabalho para planejar. Todavia, justamente pelo fato de você não ter que organizar todos os detalhes da viagem, esses pacotes oferecidos por agências costumam ser mais caros.

Se a sua ideia é economizar, essa pode não ser a melhor opção. Prefira viajar sem acionar uma agências de turismo — assim, você vai pagar menos e ter muito mais liberdade nos passeios e horários, tornando a experiência mais prazerosa.

7. Dê preferência por passeios culturais e gratuitos

Quando for montar o roteiro da viagem, pesquise o local para descobrir atrações gratuitas e eventos culturais. Existem muitos pontos turísticos, espetáculos e outros passeios que mostram muito mais a cultura e tradição do lugar do que aqueles organizados por agências de viagem, por exemplo. Além de ter a oportunidade de fazer uma imersão real no local escolhido, você ainda economiza bastante. 

8. Solicite empréstimo para pagar as contas após a viagem

Ainda assim, se o orçamento para a viagem continua pesado, é possível também solicitar um empréstimo em modalidades nas quais não é preciso justificar o destino do dinheiro, como é o caso do crédito com garantia de imóvel — popularmente conhecimento como hipoteca ou refinanciamento de imóvel.

Esse empréstimo também pode ser acionado para pagar as contas após a viagem em família. Dessa forma, você só vai se preocupar com os custos depois que já tiver aproveitado o destino. Só tenha em mente que esse valor precisa ser usado de forma consciente, uma vez que seu bem é a garantia. 

Com todas essas dicas que selecionamos, você há de concordar que viajar em família não é uma realidade distante. Não é preciso segui-las à risca, mas elas norteiam muito bem as suas ações para que o projeto familiar finalmente saia do papel, sem problemas com os gastos.

E agora, já está pensando no próximo destino? Enquanto decide para onde ir com a sua família, siga-nos no Facebook e no Twitter para se manter informado e preparado na tomada de decisões importantes como essa! 

Comentários

Assine nossa newsletter