Quem deseja se aventurar no mundo dos investimentos geralmente fica em dúvida sobre em que tipo de ativo aplicar. Uma das indecisões que pode acometer o investidor envolve a escolha entre opções de Renda Fixa ou título de capitalização, uma vez que são duas alternativas comuns do mercado.

Todavia, é importante saber exatamente o que são e quais as diferenças básicas entre si. Além disso, já adiantando, vale destacar que a Renda Fixa conta com algumas vantagens em relação ao título, como você verá adiante. Portanto, não deixe de conferir o pequeno guia que preparamos sobre essas modalidades!

O que são títulos de capitalização?

Título de capitalização é um ativo programado por um tempo preestabelecido, cujo pagamento total é feito em parcelas periódicas, geralmente mensais. Durante a sua validade, o indivíduo que o adquiriu participa de sorteios na tentativa de ganhar prêmios.

Ao final de sua vigência, ele pode resgatar uma parte ou todo o montante aplicado, podendo haver rendimentos a depender do tempo de duração do título.

O que são investimentos de Renda Fixa?

A Renda Fixa é uma categoria de ativos direcionada a pessoas com perfis conservadores e moderados, embora os arrojados também possam investir nela. Quem aplica nesse tipo de investimento busca retornos positivos e seguros, mais estáveis do que nas opções de Renda Variável.

Quem investe em renda fixa também consegue dimensionar melhor o quanto receberá no momento do resgate ao aplicar em opções prefixadas. Para entender melhor como funcionam os investimentos em Renda Fixa, veja alguns exemplos deles:

Certificado de Depósito Bancário (CDB)

Os CDBs são ativos privados, expedidos por instituições financeiras, como bancos. O principal propósito dessa opção é captar recursos para financiar várias atividades econômicas, como empréstimos a correntistas e outros indivíduos. Aliás, parte dos juros cobrados nessas atividades são entregues como rendimentos aos investidores.

O dinheiro aplicado no CDB fica retido no banco durante um prazo específico, sendo que, no término desse período, a pessoa pode sacar o montante com os juros obtidos.

Os CDBs podem ser pós-fixados ou prefixados. No primeiro grupo, ao aplicar, o investidor não tem muita certeza do quanto receberá de rendimento. O índice, ou indexador, que estabelecerá o rendimento é negociado entre as partes, podendo ser a TR (Taxa Referencial), a taxa Selic ou o Certificado de Depósito Interbancário (CDI). Os juros ganhos variam conforme esses indicadores sobem ou descem.

Um CDB prefixado, por sua vez, tem uma taxa fixa estipulada no ato do acordo de aquisição. Dessa forma, o montante a ser resgatado no fim da aplicação já é previamente conhecido.

Letra de Crédito Imobiliário (LCI)

LCI é um papel emitido por instituições financeiras para que o investidor o adquira em troca de um rendimento prefixado ou vinculado a um determinado indexador, como o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) ou o CDI.

De forma resumida, a expedição de uma LCI está condicionada a uma operação de crédito com garantia de imóvel, cujo propósito é fomentar o mercado imobiliário. Sendo assim, o banco executa uma operação de empréstimo com garantia de um bem (imóvel) a um tomador de crédito, o que gera lastro para emitir LCIs aos investidores.

Nova call to action

LCA

LCA é um título emitido pelas instituições bancárias, sendo semelhante ao LCI. Sua expedição, no entanto, está condicionada à existência de uma transação de crédito orientada ao agronegócio cuja finalidade é o fomento do setor.

Após efetuar um empréstimo com esse objetivo, o banco pode emitir LCAs com o lastro gerado. A LCA pode ser prefixada, atrelada a indexadores, como IPCA e CDI, ou mista dos dois.

Quais as vantagens dos investimentos de Renda Fixa?

Renda Fixa é investimento, título de capitalização se assemelha a jogo

Os títulos de capitalização geralmente são comercializados como jogos que possibilitam ao jogador recuperar todo ou parte do valor aplicado após certo período. Como visto, o interessado paga uma ou mais parcelas, geralmente mensais, para concorrer a prêmios.

Os papéis mais populares costumam ser baratos, tendo pagamento único. Geralmente, recupera-se apenas uma parte do dinheiro investido, como ocorre em alguns tipos de bilhetes de loteria.

Já os mais caros, normalmente oferecidos como ativos por bancos, cobram mensalidades durante anos e só devolvem todo o montante pago após a quitação do valor total do título. Já as opções de Renda Fixa, como as mencionadas acima, são ativos de investimentos normais, gerando rendimentos e, em muitos casos, podendo ser negociadas antecipadamente.

Possibilidade de rendimentos maiores

O título de capitalização nem sempre rende mais do que a Poupança, pois somente uma parte do que o comprador paga por mês é rentabilizado, integrando, assim, a cota de capitalização.

O resto é voltado para a cota de carregamento — que funciona de forma semelhante a uma taxa de administração — e para a cota de sorteio, usada para custear os prêmios que serão sorteados. Nos meses iniciais, geralmente a cota de capitalização é reduzida.

Dessa forma, uma parte da mensalidade investida no título é absorvida pelos custos, enquanto que, na Renda Fixa, todo o montante é capitalizado. Dependendo do tempo de aplicação no título, o valor obtido pode ser inferior ao da Poupança, cujo rendimento já é considerado baixo.

Isenção de Imposto de Renda (IR) para algumas opções

Quem conseguir resgatar um montante superior ao total das mensalidades pagas terá de recolher Imposto de Renda (IR) sobre os ganhos, pagando uma alíquota de 20%. Isso diminui ainda mais a já pouca rentabilidade dessa opção.

Se você for sorteado, 25% do valor do prêmio deverá ir para o IR, que é retido na fonte. Outros prêmios também seguem essa regra. Por outro lado, existem opções de Renda Fixa, como a LCI e a LCA, que são isentas de IR.

Opções boas para quem não tem disciplina em investir

Há fundos com carência e títulos de Renda Fixa, como a LCI, que só podem ser sacados ao final de seus períodos de vigência, não podendo ser negociados antes. Desse modo, elas “obrigam” o investidor a manter a disciplina durante a aplicação e, assim, conseguir bons ganhos.

Os títulos também precisam ser mantidos, porém, como visto acima, costumam gerar bem menos retornos para aqueles que não são premiados, ou seja, a maioria dos que aplicam nessa modalidade.

Como visto, essas vantagens mostram que vale a pena investir em Renda Fixa em vez de aplicar em um título de capitalização. Para conseguir tomar uma decisão ainda mais precisa, busque se informar sobre a idoneidade da instituição emissora do ativo desejado. Também avalie os benefícios que ela oferece aos investidores, como maior comodidade, graças ao oferecimento de serviços online e de facilidade de saque.

Quer entender melhor as vantagens dos investimentos de Renda Fixa? Entre em contato com a nossa equipe para que possamos ajudar você!

Nova call to action

Comentários

Assine nossa newsletter