Você quer muito participar da festa de formatura, mas está achando o evento relativamente caro? Saiba que é possível pagar tudo sem passar aperto, desde que sejam colocadas algumas dicas em prática para reduzir custos e conseguir dinheiro suficiente para conquistar esse sonho.

O que não dá é para deixar de participar das comemorações, que são tão merecidas depois de tanto esforço, concorda? Sendo assim, o momento de achar alternativas para conseguir pagar a sua formatura é agora. Continue lendo e descubra as soluções. Vamos lá?

1. Dê atenção especial às suas finanças pessoais

Antes de tentar qualquer ideia mirabolante para conseguir pagar a sua formatura, você deve analisar a sua própria vida financeira. Afinal, quando se trata de dinheiro, precisamos ter os dois pés no chão — apesar de, muitas das vezes, a cabeça estar lá nos seus desejos.

Não existe uma regra padrão para ser seguida, pois cada pessoa tem os seus próprios hábitos de consumo e a sua maneira de se organizar. Mas, enquanto você não eleger prioridades e, de fato, começar a poupar para a formatura, vai ficar bem difícil pagar as comemorações para pegar o canudo.

Então, o primeiro passo é elaborar um planejamento financeiro, de forma que você anote tudo o que gasta durante o mês. Esse valor não pode ultrapassar o quanto você ganha, é claro, e, além disso, é sempre bom deixar uma grana reservada para emergências, não é verdade?

Mas o importante mesmo é incluir um valor estipulado para pagar o fundo da sua formatura neste planejamento. A partir disso, você consegue ter uma visão mais ampla de como andam suas finanças e se vai ser necessário ou não fazer umas economias e garantir uma renda extra.

2. Planeje tudo com muita antecedência

Por falar em planejamento, você também precisa ficar atento para não cometer o erro de deixar para se organizar em cima da hora. Aliás, esse é um problema que a maioria das turmas de formandos enfrenta, principalmente aquelas que deixam para organizar a festa quase no final do curso.

Para evitar decisões tomadas sob pressão, que podem comprometer bastante a qualidade da festa, tente conversar com os seus colegas em tempo hábil para conseguir montar um fundo de recursos. Se vocês ainda estão nos primeiros períodos do curso, a hora é agora! Mas se já passou um pouquinho dessa marca, vocês devem se organizar para ontem.

A ideia é que, quanto mais cedo isso for resolvido, mais leve ficam as parcelas a serem pagas — mensal ou semestralmente, por exemplo. Vocês evitam desembolsos pesados e ganham mais tempo para levantar a grana até o final do curso.

3. Participe da comissão de formatura

O melhor a se fazer, no caso, é formar uma comissão com membros responsáveis por organizar a festa e dialogar com toda a turma. Porém, muito cuidado deve ser tomado ao escolher o presidente, os tesoureiros e os secretários, uma vez que é necessário ter comprometimento e muita responsabilidade. Afinal, estamos lidando com sonhos e com o dinheiro das pessoas!

Se você se encaixa no perfil, é uma boa ideia fazer parte desse grupo de organizadores, visto que que fica mais prático estar por dentro de todos os custos e gastos, além de conquistar algumas regalias, como convites a mais, por exemplo.

4. Estabeleça as prioridades e pesquise bastante

Listar as prioridades da festa também é outro fator importantíssimo. O padrão a ser adotado para o jantar entra nisso, bem como a escolha do local, os tipos de bebidas, as músicas e bandas, a decoração, entre outros detalhes.

Tente sempre escolher tudo dentro da realidade financeira da turma, para que os valores não fiquem exorbitantes. Se os preços estiverem compatíveis com o bolso de todos, então é só fechar os contratos!

Atente-se apenas em pesquisar tudo, sem preguiça, para optar pelos serviços e fornecedores que oferecem o melhor custo-benefício. Peça orçamentos, referências e esteja sempre preparado para negociar. E o legal é que, nessa missão, vocês verão que não é necessário gastar uma fortuna para fazer uma festa de formatura inesquecível.

5. Explore o seu potencial criativo

Se no seu planejamento financeiro você notou que vai precisar de uma renda extra para pagar o fundo da formatura, então é hora de colocar suas habilidades criativas em prática. Já pensou em vender alguma arte manual que sabe fazer pela internet? Ou então prestar alguma consultoria, por exemplo?

Além dessas ideias, você ainda pode utilizar seu tempo livre para dar aulas particulares sobre algum assunto que domina, além de trabalhar como freelancer em diversas áreas — escrita, revisão, design gráfico, fotografia, entre outros serviços. Todo dinheiro extra que entrar será muito bem-vindo!

6. Aprenda também a poupar dinheiro

De nada adianta ganhar uma grana a mais se você a gastar. Então, além de procurar outras rendas, também é necessário economizar! A prática de poupar dinheiro não é tão simples assim, principalmente em uma sociedade em que somos bombardeados o tempo todo para consumir.

Mas, se você reconhece a formatura como prioridade, precisa deixar de lado alguns luxos: a balada de todo fim de semana ou hábitos de consumo em excesso, por exemplo. Avalie suas despesas de forma objetiva, de preferência lá naquele planejamento financeiro, lembra? Então, foque nas suas metas e tenha determinação e persistência para mudar algumas manias e poupar

7. Invista dinheiro para aumentar a sua renda

Uma alternativa bacana para aumentar a renda e conseguir o valor do fundo da formatura é investir o seu dinheiro de maneira inteligente. Ao contrário do que muitos pensam, não é preciso ser milionário para ser um investidor!

Você pode muito bem aplicar o que tem para ter bons retornos financeiros, como é o caso da Letra de Crédito Imobiliário (LCI), da Letra de Crédito do Agronegócio (LCA) e do Certificado de Depósito Bancário (CDB).

LCI

Para você entender um pouco mais sobre essa forma de investimento, a LCI nada mais é do que um título de Renda Fixa, que é emitido por um banco quando você aplica o seu dinheiro lá. Esse valor é usado para que empréstimos imobiliários sejam realizados. Uma de suas principais vantagens é o fato de ela ser isenta de Imposto de Renda, o que garante uma maior rentabilidade líquida em longo prazo.

LCA

A LCA funciona quase da mesma maneira que o investimento anterior, com o diferencial de ser direcionada para o setor do agronegócio. Esses títulos foram criados pelo Governo e possuem o objetivo de ampliar os recursos para o financiamento agropecuário. Logo, quando você investe seu dinheiro, está elevando sua rentabilidade líquida, além de contribuir para a área em questão.

CDB

Uma boa opção também é o CDB, que são títulos de Renda Fixa para crédito privado, geralmente oferecido por bancos. No caso, você empresta seu dinheiro para o banco e, na contramão, tem o valor pago com juros.

Essa é uma alternativa indicada, por exemplo, para quem quer investir em recursos que vão ser utilizados em curto prazo, como é o caso de um fundo de formatura, viagem ou compra de um carro.

A festa de formatura ficou mais próxima da sua realidade agora, não é mesmo? Basta colocar as dicas em prática e começar desde já a poupar dinheiro para conseguir pagar tudo sem problemas. Não deixe, aliás, de compartilhá-las nas redes sociais, para que os seus colegas também se organizem financeiramente para participar da formatura! 

Comentários

Assine nossa newsletter