logo sofisa
logo sofisa

O Sofisa Direto quer te conhecer melhor

Vamos lá!

Para renegociar dívidas e manter o orçamento familiar saudável, é necessário ter bons hábitos financeiros e se manter longe de gastos desnecessários, pois, nunca se sabe quando acontecerá uma situação emergencial. 

Agora, se não puder evitar as dívidas, então é possível fazer um acordo de dívida para que seu nome volte a ficar limpo no mercado. Há muitas vantagens em se manter longe de dívidas. 

Neste post, você encontra os hábitos ruins que favorecem o surgimento de dívidas, 3 dicas de como renegociar e as principais vantagens de efetuar uma renegociação.

O que você vai ver nesse post?

Como surgem as dívidas?
Impulsos consumistas
Não saber identificar prioridades
Não fazer um controle dos gastos
3 dicas de como renegociar dívidas
Priorize as maiores dívidas
Reserve um valor para pagamento das dívidas
Não aceite as primeiras propostas
Quais as vantagens de renegociar as dívidas?
Lidar melhor com o crédito
Ser mais racional com os gastos
Melhora da saúde física e mental

Confira essas dicas!

Como surgem as dívidas?

Você sabe como surgem as dívidas? As causas do surgimento das dívidas são, de maneira geral, hábitos ruins ou situações emergenciais. 

As situações emergenciais não podem ser controladas e quando elas encontram hábitos financeiros ruins, então as dívidas podem se tornar cada vez maiores e mais difíceis de serem sanadas. 

Por isso, evitar e controlar hábitos inadequados podem diminuir o risco de surgimento das dívidas. Conheça alguns hábitos financeiros ruins que podem ser evitados. 

Impulsos consumistas 

Os impulsos consumistas são os grandes vilões, pois fazem com que você consuma bens desnecessários e que muitas vezes estão fora do orçamento. 

Não resistir a promoções, fazer supermercado sem lista ou fazer lanches diários sem nenhum controle pode ser gerenciado, afastando assim a probabilidade do acúmulo de dívidas. 

Não saber identificar prioridades 

Quando você não consegue identificar o que é importante e o que não é, fica mais difícil controlar o consumo de bens em qualquer estabelecimento comercial. 

Parece bobagem, mas comprar coisas que estão fora da lista em uma farmácia, por exemplo, pode representar um aumento em suas despesas desproporcional à sua renda. 

Não fazer um controle dos gastos 

O descontrole dos gastos é um hábito ruim e pode ser modificado com a utilização de um aplicativo de controle de despesas, ou até mesmo uma planilha de controle de gastos. 

Para evitar as dívidas, é necessário ter o controle de todos os gastos e receitas, para entender como funciona o seu orçamento familiar. Para lhe ajudar a controlar as despesas, o Banco Sofisa Direto disponibilizou uma planilha de gastos que você pode baixar agora mesmo! 

SOFISA DIRETO - PLANILHA DE GASTOS

Com a superação dos hábitos ruins, você evita o surgimento de dívidas e ainda consegue controlar os gastos. E caso surjam dívidas em situações emergenciais, então poderão ser contornadas de forma mais rápida. 

3 dicas de como renegociar dívidas 

Se as dívidas já surgiram, mesmo com a adoção de bons hábitos financeiros, então é preciso tomar as rédeas da situação e renegociar as dívidas o quanto antes. 

Confira essas 3 dicas que podem resolver o problema com a  negativação do seu nome e mudar o rumo da sua vida financeira. 

Veja também:

1. Priorize as maiores dívidas 

Para fazer uma renegociação de dívidas, é necessário começar fazendo uma lista de todas elas e identificar as de maior valor. Afinal, quanto maior a dívida, pior fica a situação com o passar do tempo. 

As dívidas de pequeno valor só devem ser uma prioridade quando elas são de serviços essenciais, como água, luz, telefone e internet.  

2. Reserve um valor para pagamento das dívidas 

O próximo passo é saber quanto do seu orçamento pode ser direcionado para a quitação das suas dívidas. Com o valor de negociação separado, comece a fazer o pagamento das dívidas de acordo com a renda reservada. 

É importante saber o quanto você terá disponível para o pagamento das dívidas, para que o acordo de dívida firmado não seja quebrado e você perca os descontos conquistados

3. Não aceite as primeiras propostas  

Se você já teve a seguinte dúvida: como "negociar minhas dívidas", é importante que você não aceite propostas que não estejam de acordo com o seu orçamento.  

É necessário manter uma postura firme frente a esta situação, pois apesar de você estar devendo, isso não significa que precisa aceitar a primeira proposta feita. 

Com calma e muita organização, você conseguirá fazer acordos que caibam no seu bolso e sejam bons para ambas as partes da negociação. Dessa forma, você começará a aproveitar as vantagens de renegociar as suas dívidas. 

Quais as vantagens de renegociar as dívidas? 

Para além do óbvio de ter o nome limpo no SPC/ Serasa, existem outras vantagens ao renegociar as dívidas e quitá-las conforme acordo estabelecido. 

Essas vantagens são acima de tudo muito importantes para que você mude a forma como lida com o seu dinheiro e passe a ter uma vida financeira mais saudável e organizada. 

Lidar melhor com o crédito 

Ter crédito na praça é muito tentador, principalmente para quem deseja realizar sonhos e encontrar possibilidades atrativas de adquirir um bem, seja utilizando um cartão de crédito ou financiando um bem junto à uma instituição financeira. 

O fato é que não basta ter um crédito disponível, é preciso ter condições de utilizá-lo e também de poder quitá-lo futuramente. Infelizmente, muitas pessoas só descobrem isso quando já estão endividadas. 

Ao renegociar uma dívida, você descobre formas de lidar melhor com o seu crédito e aprende que a melhor forma de utilizá-lo é com planejamento financeiro e organização dos gastos. 

Ser mais racional com os gastos 

Melhor do que conseguir renegociar uma dívida é não precisar ter que renegociá-las. Isso significa que lidar racionalmente com os gastos é possível e pode se tornar uma rotina. 

Ao renegociar as dívidas, você passa a encarar a vida financeira de forma racional como um todo, escolhendo a melhor hora de decidir sobre a compra de um bem, assim como sobre começar a investir.  

Melhora da saúde física e mental 

Segundo pesquisa realizada pela Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas, 8 em cada 10 pessoas inadimplentes sofreram impactos emocionais negativos por conta das dívidas. 

A declaração sobre esse fato é de que as pessoas se sentem envergonhadas por estar devendo e com o nome sujo. Por isso, a melhora da saúde física e mental é considerada outra vantagem ao renegociar as dívidas. 

A renegociação das dívidas pode ser a solução para muitos problemas e agora você já conhece também algumas das principais vantagens em realizar esse feito.  

Para ter acesso a conteúdos como esse, não deixe de visitar o blog do Banco Sofisa Direto e para receber novos artigos, assine a news e receba todos os conteúdos sobre educação e planejamento financeiro em primeira mão.  

Forbes_Melhores_Banco_Do_Brazil_White_Hor

Assine nossa News!

Comentários