Se você é fã do cafezinho diário e não consegue viver sem essa especiaria tão amada pelos brasileiros, saiba que você não está sozinho. Cada brasileiro consome, em média, 5,8kg de café por ano, o que coloca o Brasil como 14º no ranking mundial dos países que mais consomem café. Mas, é claro, por mais gostoso que seja, esse consumo representa uma despesa e, se não houver uma gestão financeira eficiente, o gasto com essa delícia de nossa cultura pode impactar significativamente as contas no fim do mês. 

É lógico que o café não é o único culpado, mas ele é um grande exemplo de como pequenos gastos diários, se não controlados, podem causar grandes prejuízos às finanças. Por outro lado, esse mesmo montante gasto com essas despesas diárias poderiam ser investidos e gerar bons rendimentos. Então, como converter gastos diários em investimentos? Essa é a questão que queremos responder nesse artigo. Prepare-se e boa leitura!

Você consome café fora de casa?

Cerca de 94% dos brasileiros acima de 15 anos consomem café fora de casa todos os dias, segundo informações da Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic). Já segundo o Instituto Datafolha, o custo de cada cafezinho pode ter uma grande variação - entre R$ 2,58 e mais de R$ 7,00 - principalmente quando considerados cafés gourmet ou vendidos em aeroportos, por exemplo.  

Fazendo uma conta básica, vamos supor que você consuma apenas um café por dia fora de casa  e trabalhe 20 dias por mês. Nesse período, seu gasto será de R$ 60 reais. Parece pouco, mas em um ano, seu consumo poderá ter sido de R$ 619,20 a R$ 1.680,00 só com o cafezinho diário. 

Gestão financeira: como converter gastos diários em investimentos?Se você ainda não faz sua gestão financeira, o impacto pode passar despercebido, mas, quando você tem suas contas na ponta do lápis, dá para perceber que você poderia ter muito mais vantagens direcionando esse valor para outros destinos, que poderiam, inclusive, gerar lucro para você. 

É claro que não estamos falando para você abolir o consumo do cafezinho diário da sua rotina, mas pode ser uma boa opção encontrar formas mais econômicas de aproveitar essa delícia. 

Veja também:

Reserva financeira: um guia de como usar bem seu dinheiro.

Como consumir o cafezinho diário sem grandes impactos nas finanças? 

Se você deseja reduzir seus gastos diários sem tirar completamente o cafezinho da sua rotina, existem algumas formas de economizar. Veja alguns exemplos:

  • Pesquise os preços. Procure um local que tenha preços mais acessíveis para o seu consumo.
  • Se o seu foco é o cafezinho, evite os acompanhamentos, como bolo ou o pão na chapa.
  • Anote os gastos com o cafezinho, por menores que sejam.
  • Mantenha atenção ao aumento de preços.
  • Reduza a frequência de consumo fora de casa.
  • Veja se é possível preparar o café no trabalho. Grande parte das empresas já têm cafeteiras ou máquinas de expresso.

Como converter gastos diários em investimentos?

Já falamos anteriormente sobre o quanto as despesas diárias podem impactar nas finanças. Com o exemplo do cafezinho, mostramos que é possível reduzir esses custos. Mas como converter gastos diários em investimentos? Isso realmente é possível e traz vantagens? 

Sim, é possível converter os gastos diários em investimentos. Com as dicas que demos sobre o cafezinho, por exemplo, você reduz o valor gasto e pode direcionar o montante que restou para formas de investimento que apresentem rendimentos e possam representar ganhos para você.

Gestão financeira: como converter gastos diários em investimentos?Digamos que, daqueles R$ 720,00 por ano, você tenha economizado R$ 400,00. Esse valor direcionado para um investimento pode representar ganhos bem significativos.

Um bom exemplo disso é o CDB pós-fixado em 115% do CDI com Liquidez Diária, onde você pode retirar o seu dinheiro a qualquer momento, sem prazos. Esse investimento é uma boa opção para criar uma reserva de emergência, o que vai proporcionar maior segurança financeira para você. 

Uma boa gestão financeira é a chave do sucesso!

Como você pôde ver, é possível sim manter uma rotina com alguns gastos diários e converter uma parte do que seria gasto em investimentos. Tudo depende da forma como você lida com seu dinheiro. 

Para isso, ter uma boa gestão financeira, com objetivos definidos e auxílio de ferramentas para te ajudar a alcançá-los é essencial. 

No aplicativo Sofisa Direto, além de contar com o Robô de Investimentos para indicar as melhores aplicações para o seu perfil, você consegue definir seus objetivos e acompanhar diariamente sua evolução. Abra sua conta e comece a investir agora mesmo.

Nova call to action

COMENTÁRIOS

ASSINE NOSSA NEWSLETTER