Todo empreendedor tem o sonho de fazer a expansão de negócio. Essa ação é considerada quando a empresa já é bem consolidada na região em que atua, mas ainda precisa aumentar sua participação em outros lugares.

Ao mesmo tempo que isso é um desejo, representa também uma preocupação. Por mais positivo que você seja, sempre vai existir a dúvida: e se não der certo? A melhor forma de deixar esse questionamento de lado é fazer um planejamento.

Neste post, vamos mostrar 6 passos que vão aumentar as suas chances de sucesso. Quer saber quais são? Confira todas as etapas a seguir:

1. Faça um planejamento financeiro

As finanças do seu negócio precisam estar em ordem para que você consiga expandi-lo com mais tranquilidade. Afinal de contas, ampliar seu empreendimento custa dinheiro.

Faça um planejamento detalhado e verifique a saúde financeira da sua empresa. Monte um plano de ação para se recuperar caso haja algum problema. Se estiver tudo bem, reserve uma parte do montante para custear as operações durante um tempo.

Lembre-se de que a expansão pode demorar a registrar lucro. Por isso, você precisa estar seguro de que tem capital de giro suficiente para movimentar as atividades diárias e aguardar esse primeiro momento passar para melhorar sua situação.

2. Elabore uma pesquisa de mercado

Essa ferramenta permite obter mais informações sobre o mercado, a concorrência e o público-alvo, a fim de reduzir as incertezas do negócio. Os dados podem ser coletados em revistas, jornais, sites especializados (IBGE, prefeitura, governo federal), universidades etc.

Você também pode aplicar a pesquisa diretamente com os clientes e analisar o concorrente para verificar os pontos positivos e negativos. Uma dica é ir ao estabelecimento da concorrência como um consumidor para verificar como é o atendimento, analisar a qualidade dos produtos e outros detalhes.

O objetivo disso é entender melhor as especificidades do mercado e da concorrência, além da oferta e demanda dos consumidores. Assim, você consegue atender melhor o público-alvo e expandir o negócio com mais segurança.

3. Defina o modelo de expansão de negócio

Esse processo pode ser realizado a partir de diferentes modelos. Confira algumas opções:

3.1. Abertura de outra unidade 

Essa tende a ser a primeira opção, mas é preciso tomar alguns cuidados: 

  • verifique se o lucro é consistente e estável nos últimos anos;
  • observe as tendências econômicas e de consumo para ter a certeza de que seu empreendimento tem capacidade de crescer;
  • elabore um plano de negócios para a nova unidade;
  • selecione o local com cuidado, avaliando o que é melhor para sua empresa.

3.2. Sistema de franquia

O modelo de franchising é composto por firmar parcerias com outros empreendedores que possuem os mesmos sonhos, valores e princípios que você. Por essa característica, pode ser adotado inclusive para empreendedores de menor porte, que possuem menos recursos próprios para expandir.

Entre as vantagens desse modelo, estão a rapidez da expansão e a economia. O cuidado necessário, por outro lado, é ter atenção e dedicação total ao processo.

3.3. Fusão ou aquisição

A ideia, aqui, é ampliar o negócio por meio da utilização do que outra empresa já realiza ou da união de esforços. Essas duas possibilidades podem ser adotadas inclusive por pequenas empresas.

A diferença entre a fusão e a aquisição é que a primeira é composta por dois empreendimentos que se combinam para criar uma empresa nova, ao passo que a segunda ocorre quando um negócio é integrado a outro.

Em ambos os casos, é necessário compreender o mercado em que a empresa está inserida e elaborar uma estratégia específica. 

4. Conte com um empréstimo a juros baixos

O crédito com garantia de imóvel é a melhor opção para obter um valor alto para o financiamento do seu negócio e pagar juros baixos. O empréstimo é realizado como pessoa física e as taxas de juros ficam na faixa de 2% ao mês.

Nesse caso, você hipoteca um imóvel que esteja em seu nome no limite de até 60% e tem direito ao valor respectivo. O pagamento pode ser feito em até 240 meses, dependendo da instituição escolhida.

O dinheiro pode ser aplicado da maneira como você preferir, inclusive para fazer a expansão do seu negócio. Essa modalidade também é mais atraente do que linhas de crédito voltadas para pessoas jurídicas. Por isso vale a pena considerá-la para pagar um valor baixo todos os meses e conseguir um montante mais alto.

5. Diversifique seus produtos e serviços

O aumento do mix de produtos e serviços é uma atitude importante e já costumeira. Apenas tenha o cuidado de não comercializar mercadorias que não estejam relacionadas.

Por exemplo: se tem um salão de beleza, pode não ser boa ideia começar a vender roupas. Por outro lado, comercializar shampoos, condicionadores e outros tipos de cosméticos é relevante e ajuda a aumentar o ticket médio, ou seja, o valor médio gasto por cliente.

6. Comece a vender na internet

O e-commerce é um tipo de negócio que apresenta bons resultados atualmente. Em 2019, este tipo de comércio cresceu 22,7% . Dois dos motivos que levaram a esse resultado positivo foram as transações online e a adoção dos dispositivos móveis.

No mesmo ano, mais de 28% das compras realizadas em e-commerces foram executadas por tablets e smartphones. Além disso, 87 milhões de pessoas adquiriram algo pela internet pelo menos uma vez no ano, um resultado 19% maior que em 2018

Fora esses benefícios, as lojas virtuais conseguem abranger diversos clientes e ter um custo zero de aluguel. Portanto, há menos gastos e você pode expandir o seu negócio da mesma forma.

Mas lembre-se: é necessário planejar bem as entregas para que sejam feitas no prazo, manter a loja atualizada para não ter problemas com o estoque e garantir a qualidade dos produtos.

Com essas 6 dicas, você faz a expansão de negócio com tranquilidade e tem mais certeza das decisões tomadas, garantindo as chances de sucesso do seu empreendimento! 

É isso que você deseja? Então aproveite e entenda melhor como funciona o crédito com garantia de imóvel para usar essa modalidade na sua empresa.

Comentários

Assine nossa newsletter