Tão difícil quanto escolher um investimento é optar por um banco, o que gera dúvidas e incertezas. O indivíduo precisa estar ciente de várias características do serviço bancário, saber ao certo quais são as vantagens e as desvantagens e colocar tudo na balança para aliar os interesses do banco aos seus.

A variedade de instituições e as propagandas não facilitam a escolha de quem está iniciando uma vida financeira nem de quem já está mais familiarizado com o sistema financeiro e econômico.

Bom, por onde começar? Selecionamos as principais características que um serviço bancário de qualidade deve ter, para que você consiga escolher com tranquilidade. Confira a seguir!

1. Melhores taxas e juros

Um dos primeiros pontos a serem verificados é quanto será cobrado pelos serviços bancários. Todos os bancos oferecem um pacote básico mensal, com serviços considerados essenciais, e não cobram ou cobram por operações dentro do limite estipulado — como fornecimento de cartão de débito, consultas online, determinado número de saques, transferências e extratos bancários, entre outros.

A partir das quantias preestabelecidas, há preços fixos para cada operação extra e, ainda, outros pacotes pagos que podem ser adquiridos, com mais opções para diversos perfis.

O preço dos pacotes mensais e dos serviços avulsos é o que deve ser avaliado, principalmente. As variações são grandes e fazem diferença na fatura no final do mês. Os bancos podem alterar o valor dos serviços ou qualquer outro aspecto, mediante aviso de no mínimo 30 dias de antecedência.

Atualmente, o juros que incidem nos cartões de crédito são muito altos e complicam a vida de muitos brasileiros. Além disso, as taxas de juros para linhas de crédito também devem ser checadas. Juros por atraso do pagamento da fatura, juros do cartão de crédito parcelado e juros rotativos variam de acordo com cada instituição e operadora de cartão, podendo ser consultados no site do Banco Central.

 

2. Facilidade dos serviços

As operações diárias demandam uma boa estrutura dos bancos para seus clientes. Por isso, é sempre bom ficar de olho em qual estrutura o banco disponibiliza.

O avanço da tecnologia permite que atividades possam ser feitas via internet — transferências, consultas e investimentos, por exemplo. Mas o ideal é que o aplicativo, programa online ou site possua outras funcionalidades além dessas.

É uma plataforma que deve servir para tirar dúvidas, oferecer dados para contato, apresentar outros serviços, pagamento de contas, suporte online etc. O melhor é que seja viabilizada em versões para computador, tablets e smartphones, e que seja bem estruturada para evitar problemas técnicos e falhas de segurança.

Os aplicativos foram criados para facilitar ainda mais o acesso do cliente a informações básicas e a operações, como transferências e pagamentos. Os aplicativos são plataformas, geralmente gratuitas, que podem ser acessadas em vários dispositivos e para diversos sistemas operacionais, sem deixar de lado a segurança do cliente.

O aplicativo do Banco Sofisa, por exemplo, exibe várias funcionalidades, como consulta de saldo, resgate e aplicação de maneira rápida, leitura de código de barras para pagamento de boletos ou contas e simulador de investimentos.   

3. Comunicação clara e transparência

Desde o primeiro contato, o banco deve oferecer todas as informações solicitadas pelo possível cliente, sem omitir dados, tarifas ou condições. Deve também apresentar tudo de maneira clara e rápida, fornecendo diversos canais de comunicação para qualquer dúvida (chat, e-mail, telefone), no início da contratação e durante toda a relação. Isso ajuda a desenvolver um vínculo benéfico e de confiança entre as duas partes.

4. Tratamento igualitário

Essa característica diz respeito às atitudes que o banco toma diante de diferentes situações e clientes. O tratamento igualitário é um aspecto que parece incontestável, mas na realidade pode não estar presente em todas as instituições.

O serviço prestado deve ser de qualidade em todas as circunstâncias, e sempre deve aliar os interesses do cliente e os da instituição. O banco deve zelar pelas finanças e negócios e oferecer condições iguais para qualquer cliente, independentemente do valor em sua conta-corrente e de ele possuir ou não investimentos ou dívidas.

5. Comportamento confiável

Faça pesquisas, consulte conhecidos e clientes atuais para saber como é o atendimento e as condições oferecidas pelos bancos que você selecionou.

O Banco Central e vários outros sites disponibilizam pesquisas e dados que analisam o desempenho de cada banco brasileiro. O Banco Central, por exemplo, apresenta relatórios semestrais com os índices de reclamações de acordo com o número de clientes e em determinado período, avaliando a seriedade do banco e a sua preocupação com os clientes.

O site Banco Data também apresenta de forma organizada algumas informações disponibilizadas pelo Banco Central e outras instituições, e é uma das melhores maneiras de conhecer o balanço do banco. É uma ferramenta igualmente importante para investidores, que podem usá-la para determinar as melhores instituições para aplicar em títulos de Renda Fixa.

6. Diferenciais

Um banco que, embora tradicional, esteja sempre buscando novas oportunidades, tecnologias e estratégias, demonstra uma preocupação a mais com o serviço apresentado e com o sucesso do cliente.

Sistemas de pontos, promoções, parcerias com outras empresas, presença online e produtos exclusivos são algumas opções que os bancos oferecem e que agradam os clientes, com objetivo de ser mais uma vantagem em relação aos concorrentes.

Os diferenciais, tais como os citados acima, devem ser levados em consideração, mas não podem entrar em conflito com outros interesses mais decisivos e importantes — como seu planejamento financeiro e suas metas e, ainda, as tarifas, condições e características do banco.

A escolha de um serviço bancário não é tarefa fácil, mas pode ser simplificada observando os aspectos citados, para garantir que seus direitos sejam respeitados e seus interesses sempre defendidos. Os bancos estão cada vez mais preocupados em garantir serviços de qualidade e conseguir mais clientes, por isso, aproveite a situação para negociar e garantir benefícios.

Busque uma instituição com respaldo no mercado e que se encaixe nas suas necessidades, considerando sempre qual é o seu perfil de investidor ou se você busca, por exemplo, melhor suporte para conseguir quitar dívidas.

E então, gostou das nossas dicas? Já sabe o que procurar e o que considerar antes de escolher o melhor serviço bancário? Curta a nossa página do Facebook para ficar de olho em mais conteúdos como este!

Comentários

Assine nossa newsletter