Um novo serviço, que já é popular em outros países, está virando tendência entre os motoristas do Brasil: o carro por assinatura.

Trata-se de uma opção oferecida por locadoras e seguradoras para quem deseja ter um veículo, mas não quer assumir todos os custos agregados ao bem, como IPVA, seguro e manutenção.

Neste artigo, o Sofisa Direto explica como funciona a modalidade para você decidir se o serviço pode valer a pena para seu momento de vida!

Como funciona o carro por assinatura?

Quando contrata o serviço de carro por assinatura, o cliente paga uma mensalidade para que possa utilizá-lo.

Normalmente, os contratos são de um ou dois anos, o que possibilita ter um carro sempre novo à disposição. No final do período contratado, é possível trocar o veículo por outro novo, sem que seja necessário arcar com as despesas de depreciação incorridas durante a utilização do bem.

É importante ter claro que o cliente não se torna dono do carro por assinatura. A mensalidade paga dá direito apenas à utilização do veículo, mas ele continua sendo de propriedade da locadora ou seguradora contratada.

Vantagens de um carro por assinatura

A seguir, veja algumas das vantagens de ter um carro por assinatura:

Veículo novo todo ano na garagem

Como vimos, ao final de cada contrato, o cliente tem a possibilidade de trocar o carro por um mais novo, ou mesmo zero quilômetro. 

Mesmo que esse não seja um ponto fundamental para você, há que se considerar a comodidade que um veículo novo proporciona no sentido de desempenho e frequência de manutenção.

Economia

Segundo especialistas, o carro por assinatura pode chegar a custar 6% menos do que um carro à vista. 

Além disso, quando contrata o serviço, você não precisa se preocupar com outras despesas, como seguro, impostos, manutenção e documentação do veículo. Tudo isso está incluído na assinatura do carro.

Por fim, com a economia gerada pelo serviço, você pode começar a investir ou aumentar o volume das suas aplicações, se você já tiver começado a montar as suas reservas. Ótima ideia, certo?

Não é preciso se preocupar com a revenda do veículo

Uma vez que você não tem a propriedade do veículo, não precisa ficar pensando no momento da revenda. 

Essa é uma grande vantagem, pois sabemos que, nem sempre, o mercado está favorável para negociações, e pode ser que seja essa a realidade no momento que você precisar trocar de carro.

Evitar burocracias

Além dos gastos e da preocupação com a revenda, a burocracia é outro ponto que toma tempo (e energia) de quem tem um carro.

Imagine você ter um veículo à sua disposição sem ter que se preocupar com toda a papelada, como renovação de licenciamento, assistência do seguro e programação das manutenções periódicas? 

No serviço de carro por assinatura, quem fica responsável por todo esse operacional é a locadora ou seguradora que você contratou. A sua única responsabilidade é arcar com a mensalidade e com os gastos com combustível.

Desvantagens de um carro por assinatura

Por outro lado, existem algumas limitações nesse serviço. Veja quais são:

Limite de quilometragem

O valor da mensalidade que você pagará pela assinatura do carro está relacionada também à quilometragem percorrida.

As locadoras e seguradoras oferecem planos para todos os bolsos. Mas, dependendo do caso, os valores mais em conta podem não atender às suas necessidades. 

Por isso, antes de contratar a assinatura, fique atento à quilometragem disponível em cada plano. Caso você exceda o limite permitido, haverá o pagamento de cada quilômetro extra utilizado, o que pode não compensar os planos mais baratos.

Você não tem a propriedade do veículo

O que é uma vantagem para alguns, pode ser um ponto negativo para quem sente a necessidade de ter um carro no seu nome. 

Caso você não tenha a totalidade dos recursos para fazer a aquisição do veículo, avalie o tipo de empréstimo mais adequado para isso.

E como decidir se vale a pena ou não ter um carro por assinatura?

Se você não quer (ou não pode) comprar um carro no momento, mas tem necessidade de utilizar um veículo por pouco tempo, a assinatura pode ser uma opção interessante.

Por outro lado, se a sua ideia é ficar com o carro por um período maior do que dois anos e não quiser trocá-lo por um mais novo com frequência, o serviço pode não ser financeiramente vantajoso. Além disso, o carro por assinatura não é permitido para trabalhar com aplicativos de transporte, como Uber e Cabify, por exemplo.

Deu para entender como funcionam os carros por assinaturas? Se você gostou do conteúdo, compartilhe em suas redes sociais para informar os seus amigos! E, se você ainda não é cliente, abra já a sua conta no Sofisa Direto e comece a investir com a gente!

COMENTÁRIOS

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Você pode cancelar o recebimento a qualquer momento, clicando apenas no link "cancelar inscrição" nesses e-mails ou entrando em contato conosco. Clique aqui para acessar nossa política de privacidade.